Site Diário do Grande ABC - 07/05/2020

Desenvolve SP oferece crédito com taxa menor

Empresa pode obter empréstimo com juros a partir de 1,2% ao mês; convênio traz serviço à região

Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

Para minimizar os impactos econômicos causados pelo avanço do novo coronavírus, a Desenvolve SP, do governo do Estado, está disponibilizando linhas de crédito com condições especiais às micro, pequenas e médias empresas. O juros para financiamento de capital de giro parte de 1,2% ao mês – antes era a partir de 1,43% – e o prazo para pagamento foi de 36 para 42 meses. Além disso, a carência passou de três para até nove meses.

Já para as empresas de turismo, cultura, economia criativa e algumas atividades do comércio, a exemplo daquelas instaladas em Ribeirão Pires, que possui o título de estância turística, o prazo para quitação vai a 60 meses com a mesma taxa cobrada dos demais setores, com carência de um ano. O crédito para projetos de investimento teve a carência aumentada de 24 para 36 meses, com prazo de pagamento de até 120 prestações e juros a partir de 0,25% ao mês, acrescida da Selic.

Segundo o banco de fomento, que não possui unidade física própria e depende de entidades parceiras para ofertar os serviços, a iniciativa visa preservar empregos e a sustentabilidade da economia no período. O objetivo é que o empresário possa “honrar seus compromissos mais urgentes diante da nova realidade econômica”.

Desde março, a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de São Caetano se tornou parceira da Desenvolve SP, prestando atendimento a empresas instaladas no Grande ABC. “Quando uma empresa tem o crédito pré-aprovado em algum banco, a liberação do crédito é imediata, mas com juros de pelo menos 3%, e a maioria não tem carência (é necessário começar a pagar no mês seguinte)”, explica Alexandre Damásio Coelho, presidente da CDL são-caetanense.

Vale destacar que, para solicitar o empréstimo, o empresário não precisa dar nenhuma garantia real, como imóvel, pois a modalidade conta com fundos garantidores caso os compromissos não sejam cumpridos com a instituição estadual. Podem buscar financiamento de capital de giro micro, pequenas e médias empresas com faturamento anual entre R$ 81 mil e R$ 10 milhões. Para projetos de investimento, os ganhos anuais não podem ultrapassar R$ 300 milhões.

Entre os requisitos, está a necessidade de a companhia ter mais de um ano de constituição e alvará de funcionamento, contrato social registrado e certificado digital e-CNPJ válido. Não pode ter dívidas com tributos federais e FGTS, restrição cadastral nos órgãos de proteção ao crédito ou problemas na emissão de licença ambiental.

A dica é constatar qual é a situação da empresa e a regularizar antes de solicitar o crédito. “Com uma boa gestão financeira, é possível passar o resto do ano resguardado desta crise que estamos passando”, avalia Coelho. Em nota, as prefeituras da região apoiaram a iniciativa e destacaram que crédito emergencial também é ofertado pelo Banco do Povo, fomentado pela Desenvolve SP.

Link da notícia: https://www.dgabc.com.br/Noticia/3408390/desenvolve-sp-oferece-credito-com-taxa-menor