Por favor, vire o Tablet.




Riqueza Longevidade Escolaridade
Grupo 1 Alta Média ou alta
Grupo 2 Alta Baixa longevidade ou baixa escolaridade
Grupo 3 Baixa Média ou alta
Grupo 4 Baixa Baixa longevidade ou baixa escolaridade
Grupo 5 Baixa Baixa longevidade ou baixa escolaridade

Setor Químico

Outras regiões administrativas com esse setor

Região de SÃO JOSÉ DOS CAMPOS destacada no mapa de SP

SOROCABA

Região administrativa

SOROCABA

Sobre essa Região
Administrativa (RA)

Composta por 47 municípios, a Região Administrativa de Sorocaba possui economia altamente diversificada. O destaque fica por conta de um dos centros mais importantes do estado de fabricação de implementos de telecomunicações. Além do setor eletroeletrônico, o de alimentos, de máquinas e equipamentos, de metal mecânico e de metalurgia também compõem a linha de frente produtiva local, sobretudo pelo número de empregos gerados. Já entre os setores de maior dinamismo estão o farmacêutico e o de couros e calçados.

A indústria automobilística também está ampliando sua importância na economia regional juntamente com a de material de transportes e química. Também merecem menção os aglomerados produtivos de vestuário e confecções; máquinas e equipamentos; informática, eletrônicos e ópticos. Esse perfil faz com que a indústria de média-alta tecnologia da RA seja responsável por 54,8% das exportações por intensidade tecnológica enquanto que a média estadual é 28,7%. A indústria de média-baixa tecnologia também atinge patamar acima da média paulista: 17%, contra 10,7%.

A RA ainda abrange nove dos 12 polos de desenvolvimento criados pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico para incentivar os setores produtivos da região. São eles: Automotivo; Biocombustíveis; Derivados do petróleo e petroquímicos; Metal-Metalúrgico, Máquinas e Equipamentos; Papel, celulose e reflorestamento; Químico, borracha e plástico; Saúde e Farma; Tech (Agritech, Aeroespacial, Serviços Tecnológicos); e Têxtil, vestuário e acessórios.

Setores
importantes na RA

Alimentos, material de transporte, químico, borracha e plástico, máquinas e equipamentos

SETORES

Análise SWOT

Forças

Taxa de crescimento populacional acima da média do Estado.

Terceira maior região do Estado, concentrando 5,7% da população paulista.

PIA (População em Idade Ativa) deverá corresponder a 1,7 milhão de pessoas em 2030.

51,7% dos habitantes residem em municípios do Grupo 1 do IPRS, com alta riqueza e indicadores sociais com valores médios ou altos.

Indústria diversificada: alimentos, veículos e carrocerias, borracha e plástico, produtos de metal, metalurgia, têxtil, químico, equipamento de informática, eletrônicos e ópticos.

Exportações de alta e média-alta intensidade tecnológica (automóveis, partes de motores e geradores, acumuladores elétricos de chumbo, embreagens e suas partes para tratores).

Fraquezas

11 municípios com taxas de migração negativas.

Indicador de longevidade entre os menores do Estado.

Gargalos de infraestrutura decorrentes do crescimento industrial.

Oportunidades

Oportunidades no setor de embalagens e papel com a instalação de grande indústria em Porto Feliz.

Arranjo Produtivo Local (APL) com 25 empresas, algumas das maiores fabricantes mundiais de painéis fotovoltaicos, aerogeradores e pás eólicas e cabos e sistemas elétricos.

Setores com destaque de faturamento: farmacêutico, couros e calçados.

Aglomerados produtivos: vestuário e confecções, em Itapetininga, Alambari, Guareí, Pilar do Sul, São Miguel Arcanjo, Tapiraí, Iperó, Cerquilho, Porto Feliz e Tietê; e informática e eletrônicos, em Sorocaba, Iperó, Itu, Mairinque, Piedade e Votorantim.

Ameaças

Baixo crescimento de países importadores.

Alterações no câmbio ou mudanças em acordos regulatórios no setor automotivo podem pressionar as exportações no segmento com maior exposição ao mercado internacional.

Exportação por intensidade tecnológica - 2016

Fonte: Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).
Elaboração Fundação Seade

RA SOROCABA
ESTADO DE SÃO PAULO

Participação nas

exportações do Estado

Total: 5%

Fonte: Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).
Elaboração Fundação Seade

Indústria de média-alta tecnologia
9.4%
Indústria de média-baixa tecnologia
7.8%
Indústria de alta tecnologia
4%
Indústria de baixa tecnologia
2.3%
Produtos não industriais
1%
<