Site Diário da Região - 08/05/2019

Crédito para investimento registra alta

Volume representa uma alta de 304% em relação a igual período de 2018

Liza Mirella

Empresas e prefeituras da Região Administrativa (RA) de Rio Preto financiaram R$ 8,1 milhões na agência de fomento do governo de São Paulo Desenvolve SP no primeiro trimestre deste ano. O volume representa uma alta de 304% em relação a igual período de 2018, já que entre janeiro e março do ano passado foram desembolsados R$ 2 milhões.

O que chama a atenção é o fato de que os projetos de investimento foram responsáveis por 100% do valor. Para a consultora de negócios da agência, Nathália Lemos, o crescimento mostra que o empresário está tendo uma visão de retomada da economia superior ao desempenho nacional. Além disso, apontam para uma visão de futuro. “Os empresários estão interessados não apenas no hoje, mas no futuro, o que vai trazer como consequência positiva para a região a geração de emprego e de renda”.

Desenvolve SP oferece crédito com taxas a partir de 0,17% ao mês mais Selic e prazo de pagamento de até dez anos, incluso o período de carência. São diferentes linhas e os custos variam de acordo com a modalidade. Há linhas voltadas para projetos como ampliação e aumento da capacidade produtiva, compra de máquinas e equipamentos, inovação, capital de giro. O dinheiro é destinado a pequenas e médias empresas paulistas com faturamento anual entre R$ 360 mil e R$ 300 milhões.

As pequenas e médias empresas (PMEs) da RA também buscaram crédito para investir em projetos de inovação, que desenvolvem ou transferem tecnologia, criam novos produtos, processos ou serviços. Os desembolsos com essa finalidade totalizaram R$ 3,2 milhões, representando 41% do total. Outros 39% foram destinados a projetos de modernização, aumento da capacidade produtiva, ampliação ou expansão dos negócios.

Nathália destaca também esse resultado como positivo, isso porque em períodos de crise, normalmente, o empresário busca crédito apenas para capital de giro e pouco para inovação. “O empresário está procurando por competitividade no mercado, ser diferente, apresentar algo a mais”, afirma.

E, diferentemente do que parece, segundo Nathália, investir em inovação não significa apenas criar algo novo, mas também melhorar um produto que já existe. “A inovação permite um aumento na gama de produtos e, consequentemente, de clientes”, diz.

Os interessados em solicitar um financiamento devem fazê-lo pela internet, no site www.desenvolvesp.com.br.

Setores

A indústria e o comércio puxam a alta dos desembolsos da Desenvolve SP. Os setores foram os responsáveis por 41% e 39% do total investido, respectivamente, com R$ 3,2 milhões e R$ 3,1 milhões cada no período do primeiro trimestre.

A comparação com o primeiro trimestre do ano passado mostra que o total investido pela indústria teve elevação de 145%, enquanto que no comércio o percentual de crescimento chega a 731%.

No setor público, os financiamentos destinados a projetos de infraestrutura realizados pelas prefeituras representam 20% do total. O crédito foi utilizado em projetos como obras de pavimentação e recapeamento (11,8%), aquisição de veículos para prestação de serviços à população (4,8%), adequação ou construção de distritos industriais (2,8%) e na modernização da administração municipal (0,6%).

Em dez anos, a Desenvolve SP desembolsou mais de R$ 87 milhões para empresas de 31 cidades da RA de Rio Preto em 191 operações. Rio Preto demandou R$ 18,7 milhões, o que representa 21,4% do montante financiado pelos negócios da região.

Link da matéria:  https://www.diariodaregiao.com.br/_conteudo/2019/05/economia/rio_preto_e_regiao/1149981-credito-para-investimento-registra-alta.html