Site IT Forum 365 - 09/01/2018

Investimento em inovação é meta de PMEs paulistas até 2020, mostra estudo

Pesquisa foi feita durante eventos do “Movimento pela Inovação” em diferentes regiões do Estado e traça perfil dos empreendedores

Investir em inovação para ganhar novos mercados é a principal a meta das pequenas e médias empresas (PMEs) paulistas até 2020, segundo pesquisa anual da Desenvolve SP. O foco do estudo é identificar o perfil dos empreendedores e apontar suas percepções sobre inovação e principais dificuldades de investimento.

Elaborada com questões de múltipla escolha, o levantamento foi aplicado ao longo de 2017 durante os eventos do Movimento pela Inovação, que leva conteúdo e atendimento a empresários em busca de recursos para tirar projetos inovadores do papel, e contou com a participação de 182 empresários das cidades de São Paulo, Sorocaba, Marília, Ribeirão Preto e São José dos Campos.

Intenção de investimento

Segundo o levantamento, mais da metade dos entrevistados, o equivalente a 55%, pretendem investir em algum tipo de inovação entre 2018 e 2020.

Para 40% dos que desejam realizar esses investimentos, a motivação principal apontada é poder “ganhar novos mercados”. Para outros 24%, “aumentar a competitividade” do negócio é o principal objetivo. Isoladamente, o “aumento do faturamento” e o “aumento da rentabilidade” são os interesses que aparecem na sequência, com 19% e 16%, respectivamente.

Neste cenário, quando questionados sobre o grau de inovação presente no modelo de negócios de suas empresas, 70% dos entrevistados afirmam comandar empresas “inovadoras ou muito inovadoras”; 16% como sendo “pouco inovadoras” e 13% apontaram estar à frente de empresas “tradicionais”.

Dificuldades de investimentos

Outro importante dado revelado na pesquisa foi em relação às principais dificuldades encontradas para investir em inovação. Cada entrevistado apontou três problemas. A dificuldade mais citada, por 24%, foi “obter linhas de crédito ou outras fontes de financiamento”. Em seguida, aparece a opção “carga tributária, impostos, legislação e burocracia”, com 23% das citações, e a “incerteza sobre o futuro do país”, com 14%.

Milton Luiz de Melo Santos, presidente da Desenvolve SP, comenta que, pelo segundo ao consecutivo, a pesquisa mostra que, mesmo diante das dificuldades encontradas, os empresários se mantêm confiantes e devem continuar investindo em inovação. “Essa postura será determinante para impulsionar a retomada da economia no estado e no País”, afirma.

Quanto à dificuldade sentida pelos empreendedores em encontrar linhas de financiamento para inovação, o executivo diz que a Agência está no caminho certo. “É uma realidade que está mudando. Ao dar início ao Movimento pela Inovação, em 2015, começamos a levar informação de qualidade e facilitar o acesso dos empreendedores paulistas ao crédito sustentável. Prova disso é que os financiamentos da Desenvolve SP para projetos inovadores já atingiram a cifra de R$ 123,7 milhões em todo o Estado de São Paulo. Antes dos eventos, esse montante era de apenas R$ 13,1 milhões”, completa.

Link da matéria: https://www.itforum365.com.br/mercado/investimento-em-inovacao-e-meta-de-pmes-paulistas-ate-2020-mostra-estudo/